Eu e SÓ EU...

Eu e SÓ EU...
Alone

Como EU sou...

Photo Effects by Wishafriend
Photo Effects By WishAFriend.com

Bom Dia, Boa Noite... "essas coisas"!

Posting

Photo Flipbook Slideshow Maker
PORTUGAL é "só isto"...?!... NÃO... essencialmente, é UM POVO...!!!

Provérbios

“Só um sentido de invenção e uma necessidade intensa de criar levam o homem a revoltar-se, a descobrir e a descobrir-se com lucidez”. (Pablo Picasso)

PORTRAIT




Não importa quantos passos você deu para trás, o importante é quantos passos, agora, você vai dar para frente.

Gedeão


Eu, quando choro, não choro eu. Chora aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu.A.Gedeão

A(o)s que me deixam MENOS alone...!!!

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O paradoxo do nosso tempo



O paradoxo do nosso tempo na história é que aumentamos a altura dos edifícios e diminuímos nossa calma, alargamos as estradas, e estreitamos nossos pontos-de-vista.

Nós gastamos mais, e temos menos, compramos mais, e aproveitamos menos.

Nós temos casas maiores e famílias menores.
Mais facilidades, menos tempo.

Nós temos mais graduações e menos compreensão, mais conhecimento e menos juízo, mais especialistas e ainda mais problemas, mais medicina e menos bem-estar.

Nós bebemos muito, fumamos mais, gastamos imprudentemente, rimos muito menos, dirigimos muito rápido, temos mais fome, trabalhamos até mais tarde, ficamos cada vez mais cansados, lemos menos, assistimos demais a TV e raramente rezamos.

Nós temos multiplicado nossas posses, e reduzido nossos valores.

Nós falamos demais, raramente amamos, e odiamos frequentemente.

Nós aprendemos como ganhar a vida, mas não aprendemos a viver.

Acrescentamos anos à vida,
e não VIDA aos anos.

Fizemos o caminho completo ida e volta até a lua, mas não conseguimos atravessar a rua para dar as boas vindas ao novo vizinho.
Conquistamos o espaço exterior, mas não conquistamos o espaço interior.

Fazemos coisas demais, e não coisas melhores.

Até conseguimos purificar o ar, mas poluímos nossa alma.

Dominamos o átomo, e não dominamos nosso preconceito.

Escrevemos mais, aprendemos menos.

Planejamos mais, cumprimos menos.

Aprendemos a agilizar, mas não sabemos esperar.

Construímos mais computadores para lidar com mais informação, para produzir mais e mais cópias, mas nos comunicamos menos e menos.

Este é o tempo do fast-food e da digestão lenta, dos grandes homens e do pequeno caráter, dos lucros exorbitantes e das relações vazias.

Estes são os dias das múltiplas fontes de renda e dos divórcios, das casas chiques e dos lares destruídos.

Estes são os dias das viagens rápidas, das fraldas descartáveis, da moralidade descartável, dos ficantes de uma noite, dos corpos acima do peso, e das pílulas que fazem tudo, que alegram, que acalmam, que matam.

É um tempo onde há muito na vitrine e pouco no estoque.

Tradução e adaptação livre (beeem livre) de Ronaud Pereira do texto original de Jeff Dickson em inglês.


Estava eu todo empolgado, crente que a mensagem acima era do gênio do humor americano George Carlin (Assista a um dos vídeos impagáveis dele). Porém este site desmente esta falsa autoria e a corrige para o Pastor da Igreja Cristã de Overlake, Jeff Dickson. Como se pode ver, não são só os Jabores, Veríssimos e Einsteins da vida que têm seus nomes usados para valorizar textos alheios.

Fonte: http://www.ronaud.com/






Posted by alone Dated10nov2011

Frase de PAZ



Em nome da paz, começam guerras. Não têm vergonha?



(Nikki Giovanni)

Fonte: http://www.euroresidentes.com/





Posted by alone Dated10nov2011

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

No Fundo Somos Bons Mas Abusam de Nós



O comum das gentes (de Portugal) que eu não chamo povo porque o nome foi estragado, o seu fundo comum é bom. Mas é exactamente porque é bom, que abusam dele. Os próprios vícios vêm da sua ingenuidade, que é onde a bondade também mergulha. Só que precisa sempre de lhe dizerem onde aplicá-la. Nós somos por instinto, com intermitências de consciência, com uma generosidade e delicadeza incontroláveis até ao ridículo, astutos, comunicáveis até ao dislate, corajosos até à temeridade, orgulhosos até à petulância, humildes até à subserviência e ao complexo de inferioridade. As nossas virtudes têm assim o seu lado negativo, ou seja, o seu vício. É o que normalmente se explora para o pitoresco, o ruralismo edificante, o sorriso superior. Toda a nossa literatura popular é disso que vive.
Mas, no fim de contas, que é que significa cultivarmos a nossa singularidade no limiar de uma «civilização planetária»? Que significa o regionalismo em face da rádio e da TV? O rasoiro que nivela a província é o que igualiza as nações. A anulação do indivíduo de facto é o nosso imediato horizonte. Estruturalismo, linguística, freudismo, comunismo, tecnocracia são faces da mesma realidade. Como no Egipto, na Grécia, na Idade Média, o indivíduo submerge-se no colectivo. A diferença é que esse colectivo é hoje o puro vazio.

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 2'






Posted by alone Dated08nov2011

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Abraça-me



Abraça-me. Quero ouvir o vento que vem da tua pele, e ver o sol nascer do intenso calor dos nossos corpos. Quando me perfumo assim, em ti, nada existe a não ser este relâmpago feliz, esta maçã azul que foi colhida na palidez de todos os caminhos, e que ambos mordemos para provar o sabor que tem a carne incandescente das estrelas. Abraça-me. Veste o meu corpo de ti, para que em ti eu possa buscar o sentido dos sentidos, o sentido da vida. Procura-me com os teus antigos braços de criança, para desamarrar em mim a eternidade, essa soma formidável de todos os momentos livres que a um e a outro pertenceram. Abraça-me. Quero morrer de ti em mim, espantado de amor. Dá-me a beber, antes, a água dos teus beijos, para que possa levá-la comigo e oferecê-la aos astros pequeninos.
Só essa água fará reconhecer o mais profundo, o mais intenso amor do universo, e eu quero que delem fiquem a saber até as estrelas mais antigas e brilhantes.
Abraça-me. Uma vez só. Uma vez mais.
Uma vez que nem sei se tu existes.

Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'

Fonte: http://www.citador.pt/






Posted by alone Dated03nov2011

terça-feira, 1 de novembro de 2011

... “E depois do Adeus”...!!!



Tudo se conjuga para que, o meu actual casamento, tenha chegado ao fim!...


Depois de hesitações, de momentos de tensão, de desamores, de muitas e muitas “falhas” dos dois lados, creio eu (e digo creio porque é difícil, muitas vezes, saber o que a minha “ainda” mulher “acorda” ou “deixa de acordar”...!) que tudo se encaminha para o termo dum casamento ERRADO e com premissas, à partida, TOTALMENTE ERRADAS!...


Como já disse muitas vezes, sou um apoiante “incondicional” do casamento porque é, para mim, uma instituição CREDÍVEL para um casal em perfeita simbiose de idéias, de projeções, de um estilo de vida “compartilhado”, com amor e amizade salutares, companheiros entrosados e de bem com a vida...! Casar não é um “tormento”... é, uma “atitude” a dois, tomada em determinada altura de uma relação! E se o “casamento” der “errado”... perguntarão aqueles que “desconfiam” deste “passo na vida”...?!... Como tantas coisas na vida, também “esta” pode não “dar certa”... e, depois...?! É, com “medo d’isso” que as pessoas passaram a “evitá-lo” ou para se tornar mais fácil uma “mais que possível separação”...?! Sejamos honestos e francos “nestas coisas”, certo...?!


Muitas e muitas vezes aquele período que é convencionado como “de namoro”, é um período “falso”!... Dizem-se coisas que se sabe não serem possíveis à partida, mistura-se sexo com amor, misturam-se emoções e sentimentos, mente-se e, a partir daí, o casamento é “já” um “barril de pólvora” prestes a explodir mal se inicia!... Foi o casamento que “falhou”...?! Não... “houve falhas”, muitas vezes a dois, e isso fez com que tudo “ruísse”, sem ser até, necessário, muito tempo pra isso “acontecer”...!


Com o “falhanço”, o que se pode fazer -se não houver “um consenso” mínimo para levar o casamento um pouco “mais além”- é, sem grandes roturas e sem “ferir” muito um e outro, procurar uma “nova forma” de viver e de ser feliz e de... AMAR...!!!

Será isso... “pedir MUITO”...?!



Nota Final 1: depois de “isto” ser um dado de “compromisso”, entre ambas as partes, há 2 ou 3 dias atrás, ONTEM, tudo voltou à “cepa torta”, ou seja, a senhora diz que não aceitou nada mas que porém, todavia, contudo, etc...! Enfim, isto não é “terra mesmo para COMPROMISSOS”...!!!...
Nota Final 2: este Artigo esteve para ser inicialmente publicado em 09OUT2011 e foi, consecutivamente ADIADO, pelas razões acima expostas. Vai ser nesta data PUBLICADO porque, afinal, a razão chegou e tudo está já a ficar “devidamente encaminhado”.




Written in 08oct11 and Published in 01nov2011 by alone

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

CRIANÇAS NO MUNDO (No BRASIL: comemora-se HOJE o DIA DA CRIANÇA)





Como vivem as crianças no mundo



O mundo tem quase 7 bilhões de habitantes. Desse total, mais de 2 bilhões são crianças. A maior parte dos países concorda que é importante proteger os direitos dessas crianças. Mas muitas ainda sofrem com a fome, as doenças e a violência.

A maioria dos problemas acontece com crianças muito pobres.
Pobreza não significa não poder comprar o último modelo de celular ou o tênis da moda.

Pobreza significa não ter casa decente nem roupas limpas. Pobreza significa não ter água limpa para beber nem comida boa para comer.
Pobreza significa não ter escola, hospital, nem médico.


Se você fizer a conta dos direitos que deixam de ser cumpridos nessas situações, vai entender por que a pobreza é por si só tão grave. E o mundo tem muita gente pobre:
duas a cada dez pessoas têm menos de 2 reais por dia para viver.

A maior parte das crianças pobres está em países da África. Mas a pobreza acontece também nos países em desenvolvimento, que não são muito ricos, mas também não são tão pobres.
O Brasil é um país de renda média, que tem muita criança pobre.

Há também crianças que não têm os direitos respeitados porque vivem em países que estão em guerra. No Oriente Médio, por exemplo, várias cidades são bombardeadas quase todo dia.
É o que acontece no Iraque, há mais de dez anos.

E na região de Israel e dos territórios palestinos, que estão em guerra há muitos anos.
Além de ferir e matar, a guerra deixa as crianças órfãs, fecha as escolas e torna difícil conseguir alimentos saudáveis para que elas cresçam bem.

Fonte: http://www.unicefkids.org.br/




Apenas uma 'nota de alone": um pedido aos "ADULTOS" no dia de HOJE e em TODOS OS DIAS... NÃO FINJAM que ESTÁ TUDO BEM!... Não compre um carrinho ou uma boneca para UMA CRIANÇA, HOJE, para "violá-la" AMANHÃ...!!! TENHAM JUÍZO NA CABEÇA...!!!


Aos POLÍTICOS: palavras "bonitas" nestes dias NÃO BASTAM...!!! Ajudem mas é a "tirar" esses MENINOS DAS RUAS... !!! PROTEJAM-NAS e... NÃO SEJAM MAIS co-autores dos graves problemas porque passam as CRIANÇAS no MUNDO!




Posted by alone Dated12oct2011

domingo, 9 de outubro de 2011

ANGÚSTIA



Tortura do pensar! Triste lamento! Quem nos dera calar a tua voz! Quem nos dera cá dentro, muito a sós, Estrangular a hidra num momento! E não se quer pensar! ... e o pensamento Sempre a morder-nos bem, dentro de nós ... Querer apagar no céu - ó sonho atroz! - O brilho duma estrela, com o vento! ... E não se apaga, não ... nada se apaga! Vem sempre rastejando como a vaga ... Vem sempre perguntando: "O que te resta? ..." Ah! não ser mais que o vago, o infinito! Ser pedaço de gelo, ser granito, Ser rugido de tigre na floresta!

(Florbela Espanca)

Da NET






Posted by alone Dated09oct2011

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Chula de Paus - Ronda dos Quatro Caminhos





Ronda dos Quatro Caminhos com Orquestra Sinfonietta de Lisboa e Coros do Alentejo ao vivo no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém (vidé Vídeo)


Posted by alone Dated06oct2011

Viajantes



Somos todos viajantes de uma jornada
cósmica
– poeira de estrelas, girando e dançando
nos torvelinhos e redemoinhos do infinito:
a vida é
eterna.
Mas suas expressões são efêmeras,
momentâneas, transitórias.
Gautama Buda disse
certa vez:
"Nossa existência é transitória como
as nuvens do outono. Observar o nascimento e
a morte do ser é como olhar os movimentos da dança.
Uma vida é como o brilho de um relâmpago
no céu, levada pela torrente montanha abaixo."
Nós paramos um instante para encontrar o outro
para nos conhecermos, para amar e compartilhar.
É um momento precioso, mas transitório. Um
pequeno parêntese na eternidade.
Se partilhamos
carinho, sinceridade, amor, criamos abundância e
alegria para todos.
Esse momento de amor
é eterno.

(Deepak Chopra)

Fonte: luzencena.tripod.com





Posted by alone Dated06oct2011

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

No 5 de OUTUBRO: o Presidente CAVACO é, no mínimo, "esquecido"...?!...



Cito:
"Na declaração que proferiu nas comemorações do 101º aniversário da Implantação da República, que se celebra neste 5 de Outubro, Cavaco adiantou que estamos nesta situação [de crise] porque
«nos acomodámos em excesso».

Ao mesmo tempo, o presidente sublinhou que «acabaram os tempos de ilusões» e, portanto, «temos um caminho árduo a percorrer». Cavaco Silva foi claro e transparente na mensagem que deixou aos portugueses e não poupou críticas à inércia do anterior Governo: «Durante alguns anos foi possível iludir o que era óbvio», mas agora
«estamos confrontados com uma situação que vai exigir grandes sacrifícios, talvez os maiores sacrifícios que esta geração conheceu».

No entanto, o Presidente da República tentou passar também alguma mensagem de esperança. Cavaco disse acreditar que esta conjuntura pode ser uma faca de dois gumes:
«a crise possui virtualidades que nos fazem mais fortes»".

O MEU COMENTÁRIO na Internet para o senhor Presidente:

Antonio Silva 2011-10-05 15:16
Lava as mãos...


O senhor Presidente é, no mínimo "esquecido"! Ele não governou...?! Não ajudou a "isto" que se vive agora...?! Agora, lava as mãos como PILATOS...?!... Valha-nos... quem "puder"...!!!



Fonte: agenciafinanceira.iol.pt/




Posted by alone Dated05oct2011

Fragmento do Homem de Eugénio de Andrade



Que tempo é o nosso? Há quem diga que é um tempo a que falta amor. Convenhamos que é, pelo menos, um tempo em que tudo o que era nobre foi degradado, convertido em mercadoria. A obsessão do lucro foi transformando o homem num objecto com preço marcado. Estrangeiro a si próprio, surdo ao apelo do sangue, asfixiando a alma por todos os meios ao seu alcance, o que vem à tona é o mais abominável dos simulacros. Toda a arte moderna nos dá conta dessa catástrofe: o desencontro do homem com o homem. A sua grandeza reside nessa denúncia; a sua dignidade, em não pactuar com a mentira; a sua coragem, em arrancar máscaras e máscaras.

E poderia ser de outro modo? Num tempo em que todo o pensamento dogmático é mais do que suspeito, em que todas as morais se esbarrondam por alheias à «sabedoria» do corpo, em que o privilégio de uns poucos é utilizado implacavelmente para transformar o indivíduo em «cadáver adiado que procria», como poderia a arte deixar de reflectir uma tal situação, se cada palavra, cada ritmo, cada cor, onde espírito e sangue ardem no mesmo fogo, estão arraigados no próprio cerne da vida?
Desamparado até à medula, afogado nas águas difíceis da sua contradição, morrendo à míngua de autenticidade - eis o homem! Eis a triste, mutilada face humana, mais nostálgica de qualquer doutrina teológica que preocupada com uma problemática moral, que não sabe como fundar e instituir, pois nenhuma fará autoridade se não tiver em conta a totalidade do ser; nenhuma, em que espírito e vida sejam concebidos como irreconciliáveis; nenhuma, enquanto reduzir o homem a um fragmento do homem. Nós aprendemos com Pascal que o erro vem da exclusão.

Eugénio de Andrade, in 'Os Afluentes do Silêncio'

Fonte: citador.pt



Posted by alone Dated05oct2011

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Careca LISA (Piada)



O sujeito vivia tirando sarro de um novo colega de trabalho que era totalmente careca. O sujeito, muito tímido, ficava na dele, mas se contorcia de raiva por dentro.
Um dia, durante a comemoração de aniversário de um dos funcionários, tava todo mundo reunido, aí o sujeito dá um tapão na careca do pobre coitado e fala bem alto:
- Porra, como tá lisa essa careca! Até parece a b@nd! da minha mulher!
E o careca, passando a mão na cabeça:
- É... você tem razão... tá parecendo mesmo!

Fonte: contaoutra.com




Posted by alone Dated04oct2011


Longe-Pedro Barroso





Tão perto, e por vezes tão longe.... (my "own" problem...)



Posted by alone Dated04oct2011


Como a imprensa brasileira noticiaria hoje a história de Chapeuzinho Vermelho?



JORNAL NACIONAL
(Willian Bonner): "Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem...".
(Fátima Bernardes): ".... mas a atuação de um caçador evitou uma tragédia".

FANTÁSTICO
(Glória Maria): "... que gracinha, gente. Vocês não, não vão acreditar, mas essa menina linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo? Bárbaro!"

BRASIL URGENTE
(Datena): "... onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as autoridades?! A menina ia para a casa da avozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! Isso é uma piada!! Esses políticos são uns brincalhões!! E foi devorada viva... Um lobo, um lobo safado. Isso é um tapa na cara da sociedade brasileira. Põe na tela!! Porque eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não tenho medo de lobo, não."



VEJA
PT envolvido no escândalo do Lobo.

CLÁUDIA
"Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho".

NOVA
Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama.

MARIE-CLAIRE
Na cama com o lobo e a vovó

FOLHA DE S.PAULO
Legenda da foto: "Chapeuzinho, à direita, aperta a mão de seu salvador". Na matéria, box com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso infográfico mostrando como Chapéuzinho foi devorada e depois salva pelo lenhador.



O ESTADO DE S. PAULO
Lobo que devorou Chapéuzinho seria filiado ao PT

ZERO HORA
Avó de Chapeuzinho nasceu no RS

AGORA
Sangue e tragédia na casa da vovó.



CARAS
(Ensaio fotográfico com Chapéuzinho na semana seguinte) Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS:
"Até ser devorada, eu não dava valor para muitas coisas da vida. Hoje sou outra pessoa."

PLAYBOY
(Ensaio fotográfico no mês seguinte)
Veja o que só o lobo viu.

ISTOÉ
Gravações revelam que lobo foi assessor de influente político

G MAGAZINE
(Ensaio fotográfico com lenhador)
Lenhador mostra o machado.

FOLHA DIRIGIDA
Concurso para lenhador leva candidato à comilança.

Fonte: textos_legais




Posted by alone Dated04oct2011

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Elis Regina - Folhas Secas




Posted by alone Dated03oct2011

Frases sábias



"O único homem que não erra é aquele que nunca faz nada".
Roosevelt

"Não há nada mais vergonhoso do que alguém ser honrado pela fama dos antepassados e não pelo merecimento próprio".
Platão

"O Homem aprendeu a escrever os defeitos no bronze e as virtudes na água".
Beethoven

"O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição".
Aristóteles

"Quem se senta ao fundo do poço para contemplar o céu, há de achá-lo pequeno."
"É mais importante conhecer a si mesmo do que conhecer todas as maravilhas do universo".
"O amor é a asa veloz que Deus deu à alma para que ela voe até o céu".
Michelangelo Buonarroti

"A verdade é a melhor camuflagem. Ninguém acredita nela".
Max Frish

"Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo".
Ghandi

"É preciso viver, não apenas existir".
Plutarco

"É apenas com o coração que se pode ver direito; o essencial é invisível ao olhos".
Antoine de Saint-Exupéry

"É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe".
Epitelo

"Se choras porque não consegues ver o sol, as tuas lágrimas impedir-te-ão de ver as estrelas".
Rabindranath Tagore


Fonte: luzencena.tripod.com



Posted by alone Dated030ct2011

sábado, 1 de outubro de 2011

A Derrota Não é Amarga Se Você Não a Engolir



Todos nós já tivemos fracassos em alguma época da vida.
De fato, quanto mais enfrentamos os riscos de uma nova experiência, de
um novo conceito, maior é a probabilidade de fracassarmos, ao menos em
curto prazo.

Não é fácil ser bem sucedido quando experimentamos, pela primeira vez,
algo novo e ambicioso e, se tivermos medo de fracassar, teremos medo
de correr riscos.
Se nunca arriscarmos algo novo, ficaremos estagnados.

O crescimento requer uma disponibilidade de correr o risco do fracasso
e da derrota.
Se, quando bebês, tivéssemos medo de falhar, poucos de nós teriam
aprendido a andar e a falar!
Para aprender a andar tivemos que cair algumas vezes, arranhar os
joelhos e machucar o rosto.
Para ter sucesso - para nos tornarmos vitoriosos -
devemos correr o
risco do fracasso.
Mas a lição importante é esta:
o fracasso não é derrota, a não ser que você o permita.

No processo de invenção da lâmpada elétrica,
Thomas Edison tentou e falhou muitas vezes!
Conta-se que alguém perguntou a Edison se ele, desanimado por todos os seus fracassos,
não pensou em desistir.
E ele respondeu:
"Aqueles foram passos do caminho.
Em cada tentativa, eu encontrava um modo de não criar
a lâmpada elétrica.
Eu estava sempre disposto a aprender, mesmo através dos meus erros".

Em outras palavras,
apesar de Edison nem sempre ter sido bem sucedido, ele nunca engoliu a derrota.
Edison provou o fracasso muitas vezes, mas não o engoliu.

Engolir um fracasso é acreditar que, por ter fracassado, você é um fracasso.
Há uma diferença crucial entre dizer
"fracassei" e "sou um fracasso".
Quando um projeto não sai conforme o esperado, podemos dizer "falhei
na minha tentativa".
Podemos até dizer, "eu poderia ter feito melhor do que fiz".
Mas, engolir uma derrota quer dizer "falhei, portanto sou um fracasso"
ou "como não fiz direito, não sou capaz de fazer.
" Engolir uma derrota é acreditar que somos os nossos acertos ou
nossos fracassos.

Se engolirmos uma derrota, a partir daquele momento, a nossa
habilidade para funcionar efetivamente fica comprometida.
Todos os grandes líderes, todos os grandes atletas, todos os grandes
exploradores, pensadores, inventores, empresários, cometeram erros,
experimentaram fracassos.

Entretanto, eles se tornaram grandes porque não se culparam pelas suas
falhas, ao contrário, usaram os seus erros como lições para melhorar o
seu desempenho.
Sabiam que o fracasso era apenas momentâneo e que não significava,
necessariamente, uma derrota.
Recusaram-se a engolir a amargura do fracasso e se empenharam na luta pela doçura do sucesso.

Grandes realizações são, freqüentemente, tentadas, mas raramente alcançadas.
O que é interessante (e estimulante) é que os que alcançaram tais
objetivos são normalmente aqueles que falharam muitas vezes antes.

Aonde quer que você estiver hoje, escute-me!
Ficar sentado aí, lambendo suas feridas, somente deixará um gosto
amargo em sua boca. Suspiros, lágrimas e pensamentos de desistência
são compreensíveis para o momento,
mas indesculpáveis para o futuro.
Levante-se e siga adiante!
E se você estiver procurando uma garantia absoluta contra fracassos,
eu lamento, não vai encontrá-la.

Publicada por amo a poesia

Fonte: pensamentostextospoesias






Posted by alone Dated01oct2011

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

ENYA - Journey of the Angels







ENYA - Journey of the Angels
This song belongs to the new ENYA album - And Winter Came (2008)- as per Vídeo's info -


Posted by alone Dated30sep2011

INDECISÃO



Por que quando damos atenção a uma pessoa ela não sabe dar valor?

E por que quanto mais a gente dá valor à mesma ela não retribui?

Não seria bem mais fácil se a retribuição viesse, já que o que é passado diariamente é um sentimento verdadeiro?

Vivendo e aprendendo que o que as pessoas gostam mesmo é de desprezo.

Pronto! É isto!

Vou te desprezar...

Antes de dormir, não vou mais rezar para que você tenha uma boa noite.

E quando acordar não vau mais te dar bom dia mesmo que você não esteja ao meu lado.

Não vou mais colocar aquela música que lembra algum momento quando estivemos juntos.

Não vou mais tentar demasiadas vezes te mostrar o quanto seria bom se estivéssemos juntos.

Também não vou mais ficar olhando coisas em lojas que com certeza você iria adorar ganhar de presente.

A partir de hoje não quero mais saber onde, com quem e como você está.

Vou tirar do meu coração esta vontade de te cuidar e te colocar embaixo de minhas asas.

Sabe aqueles beijos que te prometi dar quando eu conseguisse acordar primeiro que você? Pois é, não terá mais...

Vou parar definitivamente de falar sobre você e meus planos junto a você.

Também não vou mais ficar pensando como seria se você estivesse em tal lugar e em tal hora.

Vou cuidar mais de mim...

Vou ser mais eu...

E se você não notar minhas mudanças?

O que farei?

Descobri.

AMAR É MUITO VAGO.

Carlos Peixoto Júnior

Fonte: textos_legais.sites





Posted by alone Dated30sep2011


quinta-feira, 29 de setembro de 2011

PIADA DE BEBADO



Um sujeito, cambaleando pelo estacionamento, estava cutucando a porta de cada carro com uma chave. Veio o guarda e lhe perguntou: -Qual é o problema, meu amigo? E o sujeito responde: -Perdi meu carro... – O guarda diz: -Aonde foi que você viu o carro pela ultima vez? -Foi aqui mesmo, na pontinha desta chave...

Fonte: piadasnet.com




Posted by alone Dated29sep2011


Citação



"Quando alguém compreende que é contrário à sua dignidade de homem obedecer a leis injustas, nenhuma tirania pode escravizá-lo."

Mohandas Karamchand Gandhi



DESIDERATA





Vá placidamente por entre o barulho e a pressa
e lembre-se da paz que pode haver no silêncio.

Tanto quanto possível, sem capitular,
esteja de bem com todas as pessoas.

Fale a sua verdade calma e claramente;

e escute os outros,

mesmo o estúpido e o ignorante;

também eles têm sua história.



Evite pessoas barulhentas e agressivas:

elas são tormento para o espírito.

Se você se comparar a outros,

pode tornar-se fútil e amargo;

porque sempre haverá pessoas superiores e inferiores a você.

Desfrute suas conquistas, assim como seus planos.


Mantenha-se interessado em sua própria carreira, mesmo que humilde;

é o que realmente se possui na sorte incerta dos tempos.

Exercite cautela nos seus negócios;

porque o mundo é cheio de artifícios;

mas, não deixe que isso o torne cego à virtude que exista.

Muitas pessoas lutam por altos ideais;

e por toda parte a vida é cheia de heroísmo.



Seja você mesmo.

Principalmente, não finja afeição.

Nem seja cínico sobre o amor,

porque em face de toda aridez

e desencantamento ele é perene como a grama.


Aceite gentilmente o conselho dos anos,
renunciando com benevolência às coisas da juventude.

Cultive a força do espírito

para proteger-se num infortúnio inesperado.

Mas não se desgaste com pensamentos negros.
Muitos temores nascem da fadiga e da solidão.



Além de uma benéfica disciplina,

seja bondoso consigo mesmo.

Você é um filho do Universo,

não menos que as árvores e as estrelas.

Você tem o direito de estar aqui.

E quer seja importante ou não para você,

sem dúvida o Universo se desenrola como deveria.




Portanto, esteja em paz com Deus,

qualquer que seja sua forma de concebê-lo.

E seja qual forem a sua lida e as suas aspirações,
na barulhenta confusão da vida,

mantenha-se em paz com a sua alma.


Com todos os enganos, penas e sonhos desfeitos,

este é ainda um mundo maravilhoso.

Seja otimista!
Empenhe-se em ser feliz!



Max Ehrmann, 1927
* DESIDERATA - Do Latim Desideratu: Aquilo que se deseja, aspiração.


Em alguns livros de referência, Desiderata é ainda amiúde considerado como tendo sido "achado" na velha St. Paul's Church, em Baltimore, e que data de 1692.

Entretanto, ele foi realmente escrito por Max Ehrmann, (1872-1945) que registrou o copyright em 1927; o copyright foi renovado em 1954 por Bertha K. Ehrmann.

(Tradução e comentários por Sílvio Darci da Silva)


Fonte: textos_legais.sites





Posted by alone Dated29sep11


quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Problemas de,,, AUDIÇÃO...!



Um gajo pequenino entra num elevador e depara-se com um gajo enorme lá
dentro.
O gajo grandalhão olha para o pequenino e decide apresentar-se:
- 2,05 metros de altura, 152 quilos, pénis de 30 cm, testículo esquerdo de
1,2 quilos, testículo direito de 1,2 quilos...
Vitor Costa.
O gajo pequenino desmaia. O gajo grande pega no pequenino, reanima-o com umas bofetadas na cara e abanões.
- Que se passa? Tem algum problema?
O tipo pequenino pergunta:
- Desculpe, mas o que é que você disse?
O gajo grandalhão repete:
- 2,05 metros de altura, 152 quilos, pénis de 30 cm, testículo esquerdo de
1,2 quilos, tomate direito de 1,2 quilos...
Vitor Costa.
O gajo pequenino suspira de alívio...
- Ahhhh!!! Vitor Costa !!!! Gracas a Deus! Eu percebi ..... "vira-te de
costas"!!






Posted by alone Dated28sep2011

Os Caminhos Desapareceram da Alma Humana



Caminho: faixa de terra sobre a qual se anda a pé. A estrada distingue-se do caminho não só por ser percorrida de automóvel, mas também por ser uma simples linha ligando um ponto a outro. A estrada não tem em si própria qualquer sentido; só têm sentido os dois pontos que ela liga. O caminho é uma homenagem ao espaço. Cada trecho do caminho é em si próprio dotado de um sentido e convida-nos a uma pausa. A estrada é uma desvalorização triunfal do espaço, que hoje não passa de um entrave aos movimentos do homem, de uma perda de tempo.
Antes ainda de desaparecerem da paisagem, os caminhos desapareceram da alma humana: o homem já não sente o desejo de caminhar e de extrair disso um prazer. E também a sua vida ele já não vê como um caminho, mas como uma estrada: como uma linha conduzindo de uma etapa à seguinte, do posto de capitão ao posto de general, do estatuto de esposa ao estatuto de viúva. O tempo de viver reduziu-se a um simples obstáculo que é preciso ultrapassar a uma velocidade sempre crescente.

Milan Kundera, in "A Imortalidade"

Fonte: citador.pt/




Posted by alone Dated28sep2011

Um "ALERTA"...



Recebi, hoje, esta mensagem da "minha" Seguidora e Amiga:


Estou a entrar aqui pelo escritório. A tua página está a dar que tem virus. Em casa nem tento. Beijinho
Por Luar em Pink Floyd - Dark Side Of The Moon às 8:16

Penso que, isto é UMA MENSAGEM colocada DELIBERADAMENTE para NINGUÉM entrar no Blog mas, caso seja VERDADE, gostaria que me informassem.

OBRIGADO,
RUI.


Written and Published by alone Dated28sep2011

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Pink Floyd - Dark Side Of The Moon





Pink Floyd - (Speak To Me - Breathe) / Any Colour You Like

A video I always wanted to make, Enjoy.
(as per Vídeo info)



Posted by alone Dated27sep2011

A Loira na Biblioteca (PIADA, só podia ser...!)



Uma loira entra numa biblioteca e grita:

— EU QUERO UM X-SALADA!
O bibliotecário diz:

— Shiu! Moça, fale baixo... Se você não percebeu, isso aqui é uma biblioteca!
A loira fica envergonhada, se desculpa e diz, bem baixinho:

— Eu quero um x-salada...

Fonte: piadasengracadas



Posted by alone Dated27sep2011



E ela o descansa a ele, ambos se descansando.



É Dezembro, os dias são curtos, estando o céu de nuvens mais cedo anoitece, por isso Baltasar e Blimunda dormirão uma noite no caminho, num palheiro de Morelena, disseram que vêm de Mafra e vão para Lisboa, viu o caseiro que eram gente honrada e emprestou-lhes uma manta para se cobrirem, a tanto pode chegar a confiança. Já sabemos que destes dois se amam as almas, os corpos e as vontades, porém, estando deitados, assistem as vontades e as almas ao gosto dos corpos, ou talvez ainda se agarrem mais a eles para tomarem parte no gosto, difícil é saber que parte há em cada parte, se está perdendo ou ganhando a alma quando Blimunda levanta as saias e Baltasar deslaça as bragas, se está a vontade ganhando ou perdendo quando ambos suspiram e gemem, se ficou o corpo vencedor ou vencido quando Baltasar descansa em Blimunda e ela o descansa a ele, ambos se descansando. Este é o melhor cheiro do mundo, o da palha remexida, dos corpos sob a manta, dos bois que ruminam na manjedoura, o cheiro do frio que entra pelas frinchas do palheiro, talvez o cheiro da lua, toda a gente sabe que a noite tem outro cheiro quando faz luar, até um cego, incapaz de distinguir a noite do dia, dirá, Está luar, pensa-se que foi Santa Luzia a fazer o milagre e afinal é só uma questão de fungar, Sim senhores, que lindo luar o desta noite.


JOSÉ SARAMAGO
«MEMORIAL DO CONVENTO»

Fonte: microlito



Posted by alone Dated27sep2011

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Voar - Tim & Rui Veloso





1 comentário: Na minha opiniao esta musica esta qualquer coisa de extraordinario!Embora seja uma musica ja tocada em varios concertos dos XUTOS!Mas com arranjos novos!Insencivel e quem nao se identifica com esta musica pois e dirigida a um deficiente motor mas que se aplica a todos nós!Todos nós temos sonhos, todos temos dias falhados, planos falhados, mas algum dia virá o nosso dia de gloria!Para terminar na minha opiniao estao envolvidos nesta musica dois dos melhores compusitores e interpretes em PORTUGAL
22joaosilva 1 ano atrás


Alone: ÓOOO, João... bem que isso podia ter MENOS erros...?!



Posted by alone Dated26sep2011

Gente que pensa... (Como é você...?! É "desse(a)s"...?!)...




FHC pensa que governa

Carola Scarpa pensa que é Mônica Lewinsky

Luciano Hulk pensa que é Walt Disney

Tiazinha simplesmente não pensa.


Adriane Galisteu pensa que é Grace Kelly

Mauricio Mattar pensa que é Fábio Junior

Fábio Junior pensa que é Brad Pitt

Brad Pitt pensa que é James Dean

E James Dean já não pensa mais.


Ronnie Von pensa que é Ana Maria Braga

Ana Maria Braga pensa que é Hebe Camargo

Hebe pensa que é Xuxa

Xuxa não pensa, quem pensa é a Marlene.


Paulo Coelho pensa que é Mister M

Marta Suplicy pensa que é Hillary Clinton

Nicéa Pitta pensa que é Imelda Marcos

Rosinha Garotinho pensa que é Eva Perón.

E Vera Loyola, simplesmente pensa que pensa.


Marilia Gabriela pensa que é Bárbara Walters

Chico Anísio pensa que faz graça

Miguel Falabella pensa que vai ser mãe.

Luciano Szafir pensa que é pai....

Padre Marcelo pensa que é a Madonna.

Luxemburgo pensa que é intelectual

E Gisele Bündchen pode pensar o que quiser.


Ronaldinho pensa que é o numero 1

Suzana Werner pensa que é a número 2

Caetano pensa que é Deus.

ACM tem certeza.


O meu chefe pensa que estou trabalhando

o teu pensa que você está aí pensando ...

Fonte: textos_legais








Posted by alone Dated26sep2011




NADA MAIS



ERA APENAS AMOR,

ERA APENAS PAIXÃO,

NADA MAIS...



ERA APENAS TERNURA,

ERA APENAS CARINHO,

NADA MAIS...



ERA APENAS SUA VOZ SUAVE,

SEU JEITINHO MEIGO,

NADA MAIS...



ERA APENAS SEU OLHAR RISONHO,

SEUS LÁBIOS DE SONHO,

NADA MAIS...



MAS VOCÊ PARTIU,

PARTIU MEU CORAÇÃO,

E HOJE SOU APENAS SOLIDÃO,

NADA MAIS...

Adalto José Sousa

************************************************************************************************************************************************
Fonte: astormentas.com






Posted by alone Dated26sep11

domingo, 25 de setembro de 2011

Willie Nelson - Always On My Mind




alone: quem "quiser" que ADVINHE...rsrs


Posted by alone Dated25sep2011


QUERO SILÊNCIO



Silêncio. Silêncio, por favor. Psiu. Gritamos e colocamos janelas à prova de som, paredes almofadadas, tapetes, forros etc. O barulho de construção, de serra elétrica, de motores de carro, de buzinas -é o preço da modernidade, mas não é sobre isso que eu quero falar, e sim sobre o barulho humano de crianças e jovens. Quero falar dos sons das gentes.

Há anos, fala-se sobre a dificuldade de conciliar modernidade com ausência de silêncio e falta de espaço.
Amplo espaço silencioso virou artigo de luxo.
Contudo, tenho que confessar que somos nós, adultos, que liberamos e orquestramos esse inferno em que o barulho humano transformou o nosso mundo.
Assentimos que ruídos ensurdecedores feitos por crianças, jovens e jovens adultos dominem.

Existem certos recintos que não conseguimos evitar, e, assim, ninguém consegue um encontro consigo mesmo, que sem silêncio é impossível.
Nada contra a alegria e tudo contra o som pelo som, só para fazer companhia e evitar esse encontro. Musiquinha de fundo invade o planeta. Ficamos sem refúgio.
Solidão e silêncio viraram palavrão?

Creiam-me, mesmo em hotéis grandões, é difícil encontrar lugar onde a criança entra sem fazer barulho. Só no bar, onde o escurinho à meia-luz é sinal, aliás o único respeitado pelas crianças.
Em todos os lugares, seja ônibus, avião, lanchonete, cantina, somos envolvidos por gritos e por música, jamais por sussurros.

Como é que as crianças, as mesmas que gritam e galopam pelos corredores, conseguem manter-se em silêncio na missa, no culto, em enterros e em velórios?
Como é que respeitam também o cinema?

Pode parecer até que sou contra criança, mas não sou, não, pois acho que somos nós, os adultos, por temer o silêncio, que instigamos ou deixamos o barulho vingar em volta de nós.

Quando vem uma ordem de silêncio pra valer, elas se calam e param de correr. Vivemos um momento e em um universo em que a aversão ao silêncio não se manifesta só com música de fundo, com escapamento desregulado, com os motoqueiros,
mas ainda nos damos ao luxo de liberar qualquer barulhento em qualquer lugar.

O que aconteceria se, de repente, o silêncio caísse sobre nós? Respondo: discursos interiores, voz da "consciência", emergiriam.
Talvez sejamos todos culpados por maus pensamentos e/ou intenções, o que nos leva a viver em permanente esquiva de nós mesmos.

Com a barulheira que nos rodeia, tornamo-nos surdos a nós mesmos. Parece que o lema atual é: evitar o silêncio é o dever de todos. Deseduquem-se os outros.
Silêncio é necessário para que se possa manter os homens como seres pensantes, criativos, dotados de memória e livres do excesso de estresse.
Não quero que o silêncio só exista na calada da noite, no alto das montanhas, no ermo das matas. Quero-o no contato com as pessoas queridas, ricas e coloridas -meus semelhantes.
Não quero ser misantropa, quero ruído normal que me permita falar, sentir e pensar.

ANNA VERONICA MAUTNER


ANNA VERONICA MAUTNER, psicanalista da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo, é autora de "Cotidiano nas Entrelinhas" (ed. Ágora)
amautner@uol.com.br


Extraído do site Folha de São Paulo - Caderno Equilíbrio - 02/11/2006




Posted by alone Dated25sep2011

sábado, 24 de setembro de 2011

Richard Clayderman - Feelings




alone: da vida agitada do "nosso dia-a-dia" ao som relaxante da música de Clayderman, num vídeo com "algum" interesse.


Resto de EXCELENTE Fim-de-Semana.



Posted by alone Dated24sep2011